Câmara Municipal de Tondela passa gestão das AEC para IPSS e professores perdem salário e direitos

Câmara Municipal de Tondela passa gestão das AEC para IPSS e professores perdem salário e direitos

30 de Setembro, 2020 0

A Câmara Municipal de Tondela decidiu passar a gestão das Atividades de Enriquecimento Curricular (AEC) para uma instituição privada, que está a tentar impor uma forte redução salarial e a perda de direitos laborais aos profissionais que asseguram estas atividades. Segundo noticiado pelo Interior do Avesso, a IPSS Tempos Brilhantes, a quem a autarquia entregou a gestão das AEC, quer reduzir o salário dos professores dos atuais 10,61 euros por para hora para 8,85 euros por hora. A IPSS está a celebrar contratos mais curtos, de apenas 9 meses, tendo eliminando também o apoio para deslocação até aqui pago pela autarquia e que compensava os gastos dos profissionais para assegurar as atividades no Caramulo, a 37Km da sede do concelho. Os professores queixam-se de não terem sido devidamente informados, numa decisão que foi concretizada já com duas semanas de trabalho neste ano letivo.

Os trabalhadores denunciam ainda que a direção da IPSS já afirmou que, no próximo ano letivo, pretende impor o trabalho a falsos recibos verdes, sem dar garantias de que será valorizada a continuidade pedagógica e o tempo de serviço, não estando assegurado que a antiguidade e experiência seja ponderada para a manutenção dos atuais profissionais. Esta prática não será um acaso ou fruto da inexperiência, uma vez que a Tempos Brilhantes tem a gestão das AEC em 83 municípios do país.

A Câmara Municipal de Tondela, que decidiu passar este serviço público para a gestão privada, tem de responder pela perda de direitos laborais destes trabalhadores. Um conjunto de profissionais concentrou-se esta quarta-feira em frente à sede do município, protestando contra a passagem para a gestão privada e exigindo que a Câmara tome medidas para impedir esta perda de salário e direitos. No entanto, apesar do apelo feito pelos trabalhadores, nenhum responsável da Câmara Municipal de Tondela recebeu os profissionais das AEC.